Mais uma vez sem proposta, prefeitura adia negociações com os servidores

O SINDSAD/GO e representantes das categorias, reuniram-se no gabinete do prefeito municipal de Santo Antônio do Descoberto Goiás, na manhã do dia 25 de maio, com o prefeito municipal Adolpho Lohrmann, procuradores e secretários municipais. O Objetivo da reunião foi discutir medidas que atendam e assegurem os direitos dos trabalhadores, recompondo o que não foi concedido pela administração municipal.

Na ocasião, a presidente do SINDSAD/GO Clenilda Melquiades, reforçou a necessidade da prefeitura em atender a pauta dos trabalhadores e destacou que nenhum servidor está reivindicando aumento salarial, mais sim, seus direitos que não foram concedidos. “A nossa indignação é legítima. Não vamos permitir que o prefeito retire direitos dos trabalhadores para desafogar a crise financeira e a ingerência da prefeitura. Nós, servidores, merecemos respeito e exigimos que nossos direitos sejam assegurados”, disse Clenilda.

Durante a reunião o prefeito, Adolpho Lohrmann, apresentou uma projeção da arrecadação e do impacto financeiro da folha de pagamento dos servidores municipais. Neste estudo, o prefeito não faz nenhuma menção quanto aos direitos trabalhistas assegurados em lei, como as gratificações dos pós probatórios, data-base retroativa, dentre outros benefícios.

 Sob o argumento que a administração já ultrapassou o limite prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal para despesas com servidores, o prefeito adiou mais uma vez as negociações com os servidores, e ressaltou a necessidade de a prefeitura fazer “um grande sacrifício para repor os direitos que os servidores perderam, para que sim, possa iniciar as negociações nos demais pontos”, destacou o prefeito.

ASSEMBLÉIA

Após termino da reunião, o SINDSAD/GO e os representantes de cada categoria se reuniram em assembleia com os servidores da educação, administração, saúde e demais categorias para repassar as propostas do prefeito. Ficando acertado, que o prefeito tem até o dia 20 de junho, para apresentar alguma proposta, caso não ocorra, os servidores entraram em greve.

ASSEMBLEIA GERAL COM INDICATIVO DE GREVE DIA 20 DE JUNHO EM FRENTE A PREFEITURA MUNICIPAL

sample-ad

Facebook Comments